Heitor Lourenço

ontem às 18:25
Pesquisa

Débora Monteiro

ontem às 18:20

Wilson Teixeira

Notícia

Há pessoas que arranjam namoros, outras que arranjam separações, outras que ligam a "paparazzis" a informarem sobre a sua localização, outras que se lamentam de uma vida que não têm e ainda há aquelas que pedem por favor... Resumindo: Tudo lhes serve para aparecer e ser notícia. Tudo. Depois há os que são "notícia", mesmo quando não fazem questão de o ser. Há uns dias resolvi "testar" uma situação. No meu direito de cidadão, experimentei ligar para um programa de televisão conhecido de um canal do cabo, onde qualquer pessoa pode entrar em contato para dar a sua opinião sobre um determinado tema. O tema era Futebol, para quem não sabe, a minha vida desde que me conheço e a minha profissão que na época 2015/2016 vou exercer em exclusivo e a tempo inteiro, depois de muitos anos a trabalhar em part-time nessa área. Falar de futebol, pensar futebol, analisar futebol, ver futebol, respirar futebol e sentir futebol, é algo que a mim me da mais prazer do que qualquer outro prazer da vida. Tive um dia uma namorada que me deu a escolher entre ela e o futebol. Ainda hoje sinto saudades dela, mas sou feliz porque continuo ligado ao futebol, cada vez mais. Podem chamar-me de louco "pela bola", dizer que o futebol são apenas "22 malucos atrás de uma bola", etc... Para mim, vai muito para além disso. Amo este jogo, e por isso, quando vi na televisão o desafio de poder participar num programa e falar sobre aquilo que amo, não enjeitei essa possibilidade. Apesar de um problema de comunicação (pouca rede de telemóvel) dei minha opinião sobre vários pontos, não conseguindo concluir a mesma, uma vez que a chamada acabou por cair. Mas nesse dia, resolvi testar a inteligência, a qualidade e a sagacidade das pessoas e nomeadamente das pessoas que gerem alguns órgãos de comunicação da nossa praça, nomeadamente blogs. Ao entrar no programa, pedi para ser identificado com o meu segundo nome próprio, Manuel e o apelido da parte da minha mãe, Sousa. Fi-lo no sentido de poder expressar a minha opinião, como qualquer cidadão, e na consciência de que a utilização dos meus outros dois nomes, retiraria a certos e sofridos energúmenos o argumento: "este só quer é aparecer...". O que é certo é que houve pessoas que me reconheceram. Porquê? Quiçá, pelos vistos, serei irreconhecível. Quiçá, pelos vistos, tenho carácter. E quiçá, pelos vistos, tenho personalidade. Talvez isto tenha levado a que as "tais" pessoas me tenham reconhecido. Hoje sou surpreendido com a notícia nos tais blogs com o título: "Wilson mudou de nome!" Ri-me! Por saber que uma pessoa muda de nome para um que sempre teve: Wilson MANUEL SOUSA Teixeira. Ri-me! Por saber que há espaços que se dão ao trabalho de "investigarem" (mal) as pessoas, ao ponto de fazerem notícia até com o que não é notícia. Ri-me! Por saber que se dão ao trabalho de fazerem essas investigações para terem essas "notícias", mas nem sequer falam do que realmente é notícia. Que é, ao contrário de outros, o WILSON MANUEL SOUSA TEIXEIRA, trabalha, tem sonhos, tem objetivos e luta por eles. Mas notícias sobre a vida profissional do Wilson só interessam fazer quando é para mandar abaixo. Não é notícia quando o Wilson ganha, só quando perde (porque é humano e por vezes também acontece). Não é notícia quando o Wilson faz algo bom, só quando faz algo mau (porque é humano e por vezes também acontece). E contra isso é muito difícil lutar. Porque podes fazer mil coisas boas, ninguém fala nisso, se fizeres uma má, és logo notícia. Essa é a "qualidade" da grande maioria da "informação" e veículos noticiosos da nossa praça (blogs, e revistas, principalmente). Se a culpa é deles? Não. A culpa é tua. Tu que estás a ler estas palavras és o culpado. Porque, como a maioria dos membros da nossa sociedade, tu mais facilmente comentas, clicas ou lês uma "notícia" polémica ou a falar mal de alguém, do que uma notícia positiva ou a falar bem. A culpa é da "tua" mentalidade. Não é dos blogs ou das revistas. Eles só se aproveitam de ti para lucrarem com a tua "maldade", cusquice, tentação de fazer troça/crítica e mesquinhice interior. Sei que ao falar em ti, e acusar-te, ao leres isto vais-te sentir tocado e vais negar que o fazes. E se não o fazes mesmo, peço-te então desculpa pela minha generalização. Nos últimos dias tenho aprendido muito. Aprendemos a ouvir e a observar. Absorvemos conhecimentos com pessoas de caráter e que têm personalidade. Personalidade essa que nos faz crescer. Hoje estava com o presidente do clube do Campeonato Nacional de Seniores onde vou trabalhar em 2015/2016. Falávamos sobre a divulgação pública do meu ingresso no clube, pensando quando seria melhor anuncia-la. Concluímos que não havia necessidade de fazer essa divulgação hoje, uma vez que estamos a trabalhar, essa é a prioridade, para informar os curiosos há tempo. Tem sido giro, ver e saber que alguns dos meus detratores, covardes que falam mal de mim nas minhas costas, andam loucos por saber para onde vou. Eles perguntam ao meu representante, Sandro Giovetti, a ex-jogadores meus, a amigos meus, a familiares, etc... Andam loucos, loucos mesmo, por saberem para onde vou. Felizmente que só as pessoas da minha confiança o sabem e até agora não houve fuga dessa informação. Já alertei o meu presidente, que no dia em que o anunciarmos publicamente, ele vai ter alguns idiotas a irem inventar "cobras e lagartos" sobre mim. Sem me conhecerem, e só pela comichão e inveja que lhes faz verem-me feliz, a vencer e a evoluir. Felizmente, estou a trabalhar com e para um grande Homem, que hoje me disse o seguinte: "Havia um homem muito conhecido e com muito sucesso que era falado por toda a gente. Um dia, uns amigos perguntaram-lhe se ele não ficava incomodado por ver tanta notícia sua, a falar mal dele nos jornais. Ele respondeu dizendo: eu tenho uma data de empresas, tenho uma data de casas, carros e uma família maravilhosa. Eu subi na vida a pulso, conquistei tudo fruto do meu trabalho e dos muitos que coloquei a trabalhar para mim. As pessoas falam porque eu sou quem sou e porque tenho o império que tenho. Se eu não tivesse nada do que conquistei, ninguém falaria mal de mim, só o fazem porque sou alguém..." Esta foi mais uma lição e uma aprendizagem que o meu presidente me deu. Têm sido recorrentes e sistemáticas e ainda só agora começámos a trabalhar juntos. E eu cheguei a conclusão que só é má notícia e só é mal falado, quem é alguém. Mesmo que utilize outro nome dos seus, vai sempre "vender" e ser noticia... mais do que qualquer outro! Porque esse, é alguém. E esse alguém, é diferente.
ontem às 16:09

Wilson

Dueto para divertir

Então é assim. Fiz uma brincadeira numa aplicação do iPhone, onde dá pra se fazer um "dueto" com a cantora Jessie J. Não sei cantar, nem quero saber, não sou cantor, nem quero ser e este vídeo, foi apenas uma brincadeira que decidi fazer, para a "tanga" e para dar um momento bem disposto e divertido a quem me segue... Uma das maiores qualidades que eu gosto de ver no Ser Humano, é o sentido de humor. Ter sentido de humor e rir, é das coisas que mais prazer me dá na vida. E a quem tem a possibilidade de me conhecer e lidar comigo pessoalmente, sabe que adoro fazer rir e que me façam rir. Esta provado cientificamente que Rir, é uma das acções que nos faz melhor á saúde e que nos dá anos de vida. Também uma das maiores capacidades de um Ser Humano, é a capacidade quem tem de rir de si mesmo! Ao analisar as estatísticas da minha página, deparo-me que uma simples brincadeira já teve mais de 40 mil visualizações e alcançou quase 70 mil pessoas. Fico feliz por isso e agradeço a todos os que viram, riram e gostaram, comentaram e partilharam o vídeo. Por causa do vídeo, recebi mensagens e comentários de toda a espécie, e houve algumas até que me tocaram especialmente. Como por exemplo, uma mensagem de uma rapariga que me disse que a sua filha de 12 anos, tinha uma doença grave e sem cura. Que juntas viram o meu vídeo no hospital e que riram muito, segundo ela, como já não se riam juntas há muito tempo. Ler e sentir isto, deixa-me extremamente feliz, e é uma das razões para eu o ter feito. Saber que tenho a chance de dar um bom momento a alguém é impagável. Depois também há o outro "lado". O lado das pessoas que rotulam, que não percebem o intuito e que gostam de criticar, falar mal ou tentar gozar com alguém que não consegue sentir-se gozado por esses, porque tem a capacidade de gozar consigo próprio. Para perceberem a "mentalidade" dessa gente, recebi uma mensagem de uma conhecida "página" de Facebook, com muitos seguidores, que me disse o seguinte: "Vimos o teu vídeo e fartamos-nos de rir e éramos para partilhar na nossa página. Mas tu só és o gajo da Casa dos Segredos que só andava á porrada. Como tal, essa não é a tua imagem e decidimos não partilhar...". Não querem partilhar, mas riram e deram-se ao trabalho de me mandar mensagem a dizê-lo, sem que eu lhes tivesse pedido nada... Eles que são os primeiros a publicar notícias de cocó sobre mim ou tudo o que for pra me mandar abaixo... Ajudando assim a que se construam os tais "rótulos". Tendo eles assim a capacidade de manipular e coagir todas as mentes mais "tontinhas" e que se deixam ir na "esparrela" da maneira como eles gostam de divulgar uma "notícia". O que me consola? Saber que ainda há gente que me conhece pessoalmente, e muita gente que não me julga apenas por um concurso/programa/guerra televisiva, onde "vale tudo menos arrancar olhos...", para ganhar... Fico feliz por ver que ainda há gente que vai ao fundo da questão e procura conhecer a verdade da verdade. Mas pronto, as coisas são mesmo assim... Fazer o quê?!? Não podemos mudar o Mundo, mas dava jeito se conseguíssemos mudar algumas mentalidades... Obrigado a todos os que gostaram e que fizeram o meu dia mais feliz por isso. Espero também ter conseguido ter-vos dado uns bons minutos de entretenimento e diversão. Porque acho que, com o reconhecimento público que tenho, essa também é uma das minhas responsabilidades...
29 de Junho às 09:00

Jessie J

28 de Junho às 17:44

Liliana Filipa

28 de Junho às 17:37

Spotmais Radar dos famosos no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube